OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

IMPORTANTE: Este blogue não tem a pretensão de ser um site científico e nem de ser uma fonte para estudos. Apenas lançamos as questões e estimulamos o debate e a análise, servindo apenas para ponto de partida para estudos mais detalhados. Para quem quiser se aprofundar mais, recomendamos a literatura detalhada das obras de Allan Kardec - principalmente "O que é o Espiritismo" e visitar fóruns especializados, que não façam parte da Federação "Espírita" Brasileira.

Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e correspondem ao ponto de vista pessoal de seus responsáveis, sejam ou não resultado de estudos.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Suposto médium latifundiário e querido da mídia golpista, ora por Dona Marisa, esposa de Lula

Apesar de idoso, o suposto médium João de Deus, de 74 anos, tem servido como uma tentativa de salvar o moribundo "Espiritismo" brasileiro, divorciado de Allan Kardec e completamente perdido, sem saber como explicar as muitas contradições que nunca param de aparecer na versão deturpada da doutrina.

Sendo a mais nova estrela do "Espiritismo" brasileiro, que mais parece um Catolicismo retrógrado que acredita em reencarnação, João, que estranhamente é um rico fazendeiro latifundiário, tem aproveitado de muitas oportunidades na ânsia de se tornar a mais nova liderança a suceder Divaldo Franco, que chega aos 90 anos, no chamado "Movimento Espírita".

Apesar de querido pela mídia golpista e respeitado pelos direitistas de várias crenças, João de Deus tem aproveitado alguns episódios envolvendo esquerdistas para se associar ao pensamento progressista. Embora a FEB oficialmente aderiu ao direitismo mais retrógrado, chamando as manifestações fascistas de "início do processo de regeneração humana". Se "regenerar" é ser fascista, sinceramente, o "Espiritismo" brasileiro anda cada vez mais distante de Kardec, um socialista.

Depois de receber a visita de uma atriz ateia de orientação política progressista, Camila Pitanga, João agora ora pela esposa do Lula, Dona Marisa, vítima de um AVC, em tratamento no mesmo Sírio Libanês que tratou o médium que se recusou a usar seus poderes de cura em si mesmo. 

Questionado por não ter usado seus próprios poderes ele justificou de forma antipática e ignorante: "o barbeiro não corta seu próprio cabelo". Bem alineado esse João de Deus. Certamente ele nunca ouviu falar de Leonid Rogozov e da arriscada cirurgia que teve que fazer em si mesmo para se salvar. João é acusado de charlatão e o fato de ser um latifundiário desperta desconfianças.

Claro que orações não adiantam muito. Segundo a doutrina original, elas servem apenas como calmantes. A versão deturpada, influenciada pelo Catolicismo acredita no poder da oração, algo presente nas religiões que não tem a racionalidade como base ideológica.

João de Deus é querido pela mídia golpista e tem aparecido nos meios de comunicação direitistas. Como o "Espiritismo" brasileiro é irresponsável - uma tábua Ouija em forma de seita - há quem acredite que a influência do médium influa negativamente no estado de saúde de Dona Marisa, o que poderia fazer a alegria dos direitistas mais sádicos.

O que se sabe, é que João de Deus encontrou mais um oportunidade de fazer seu nome e tentar salvar a Seita dos Papalvos de sua destinada extinção.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Sugestão Legislativa pede fim da imunidade tributária para entidades religiosas. Centros "Espíritas" estarão nessa?

Uma sugestão legislativa foi lançada, para se tornar projeto de lei, propondo o fim da imunidade tributária para entidades religiosas. A ineficácia da caridade praticada pelas entidades e a suspeita de enriquecimento ilícito de lideranças, protegidas pelos dogmas de suas crenças, foram os motivos que estimularam a sugestão, muito evocada nas redes sociais.

Claro que o alvo principal são as igrejas neo-pentecostais, já que suas suspeitas são denunciadas pela mídia oficial e já fazem parte do senso comum. E as entidades "espíritas" não merecem estar nesta também? Claro que sim!

A caridade praticada pelo "Espiritimo" brasileiro é paliativa e não conseguiu mudar o cenário de injustiças em nossa sociedade. A caridade "espírita" mais serve como escudo para as suas lideranças na hora de verem seus dogmas absurdos e posturas estranhas serem criticados.

E o possível enriquecimento ilícito de lideranças "espíritas" é algo para se investigar, pois vários donos de centros ostentam um padrão de vida superior ao que seria compreensível. Um importante liderança "espírita" foi vista entrando em seu centro com um enorme jipe importado, mesmo sendo um servidos público de porte médio. Ele ainda é acusado de falsificação de quadros e invasão ilícita de terrenos. Outra liderança, em evidência na atualidade, possui terras caríssimas em seu patrimônio.

Nem adianta inventar que "quem ajuda os outros, é ajudado", pois é apenas uma reles desculpa para impedir investigações que levem até a verdade sobre esta estranha elevação de padrão social. Investigar não é ofensa. Se alguém não tem nada a dever, não dever ter medo de investigações.

A pobreza e a humildade de lideranças "espíritas" não passam de mais uns dogmas da "Seita dos Papalvos" a enganar seus seguidores, que costumam divinizar suas lideranças que vivem a espalhar erros e mentiras, além de nada contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.

Taxar centros e entidades "espíritas" não vai tirar o - escasso - pão de velhinhos, crianças e pobres. Será uma forma de disciplinar os gastos para que o padrão social de suas lideranças se mantenha ancorado no mundo real de suas profissões fora dessas entidades. Somos a favor de que entidades "espíritas" paguem impostos. Tomara que isto seja aprovado!

sábado, 7 de janeiro de 2017

Jornal "espírita" adere às mentiras da direita: Temer também pagou o Correio Espírita?

No Rio de Janeiro, há um jornal que se diz "espírita", da linha chiquista. O Correio Espírita (sic) é na verdade uma espécie de "Diário Oficial" da filial local da FEB e se limita a textos que estimulam atitudes relacionadas ao estereotipado moralismo cristão. Quando fala em ciência, é aquela pasmaceira que nos aqui do site já conhecemos: apenas uma forma de tentar legitimar as bobagens que integram o dogmatismo "espírita" no Brasil.

Um jornal acostumado a publicar tantas mentiras sobre o combalido Movimento "Espírita" resolveu superar a sua capacidade mitômana para assuntos políticos e desde algum tempo exala o mais podre direitismo que beira ao fascismo. Inventou que as manifestações verde-amarelas lideradas por empresários gananciosos e pagas por partidos corruptos eram a comprovação da entrada do mundo na condição de "regeneração".

Quem leu as obras de Kardec sabe que isso só ocorrerá a longuíssimo prazo e de forma bem oposta. Afinal, desde quando gananciosos e corruptos, desde que não sejam "comunistas" tem condições de liderar a humanidade a um progresso. Só na mente de pessoas completamente alucinadas e/ou interesseiras e egoístas, dotadas de um senso bastante equivocado de moralidade.

Agora o jornal resolveu publicar mais uma mentira: a de que os escândalos financeiros na política estão acabando. Acabando para quem, cara pálida? Tivemos governos de esquerda que tentavam arrumar as finanças mesmo diante de uma crise mundial que inventaram ser causada por estes governos para depois tirá-los e colocar no lugar um bando de trapalhões corruptos que só porque "não era de esquerda" pareciam mais confiáveis que os anteriores?

Quem observa os fatos políticos sabe qe os escândalos só estão começando. Que o Capitalismo é essencialmente corrupto e não há como legitimar o enriquecimento exagerado de uma classe minoritária quando imensas multidões se encontram em sérias dificuldades financeiras, se privando inclusive do que é minimamente necessário. Uma verdadeira contradição com a proposta de espíritas (de Kardec) e de "espíritas" (de Chico Xavier), que falam tanto em caridade, mas apoiam a injusta distribuição de renda.

O jornal Correio Espírita (sic) ou está sonhando ou é mais um integrante do PIG (Partido da Imprensa Golpista) pago com gorda verba do Governo Temer a publicar elogios a atrapalhada gestão capitalista que se empenha em afundar o país em uma séria crise econômica que só não afetará os mais ricos do país. O jornal tem encalhado bastante nas bancas e para se manter, deve receber grana de outras fontes, já que não consegue ser sustentado através da vendagem.

Mesmo que o jornal esteja acostumado a mentir, essas mentiras sobre a realidade política, que pretendem além de tentar legitimar a falácia de que estamos "evoluindo" (a onda de ódio fascista comprova que ainda estamos na barbárie) representam que o jornal, ou está fora da realidade ou está tentando agradar um governo que está a lhe oferecer apoio.

Mas quem, além de estudar seriamente o Espiritismo (não através das alucinadas obras do charlatão Chico Xavier), está por dentro da realidade (fora da grade mídia interesseira) sabe que as mentiras publicadas no jornal entram em violento choque com o que é observado na realidade. 

Há mais de 100 anos o "Espiritismo" brasileiro tem se demonstrado incompetente na missão de melhorar a humanidade. A sua adesão ao mais ganancioso direitismo só confirma esta incompetência e explica porque centros "espíritas",  workshops e outros eventos oferecidos pela versão deturpada da doutrina estão cada vez mais vazios, perdendo cada vez mais adeptos. 

Pelo jeito o jornal teve que recorrer mesmo a Michel temer para poder sobreviver, pois se morrer, as chances de "reencarnação" para o jornal seriam nulas. A não ser que retorne como um panfleto fascista a tirar do caminho, através de calunias e difamações, quem atrapalha seus planos.